Menu
Seções
Câmara de Correntina cassa mandatos de seis vereadores alvos da “Operação Último Tango”
21 de dezembro de 2018 Bahia

 

Reprodução

Os vereadores Adenilson Pereira de Souza, Wil (PTN), Milton Rodrigues de Souza, Militão (P C do B), Jean Carlos Pereira dos Santos, Jean da Guarda (PP), Nelson da Conceição Santos, Nelson Carinha (PRB), Juvenil Araújo de Souza, Babado Pimenta (P C do B), e Wesley Campos Aguiar, Maradona (PV), tiveram os mandatos cassados pela Câmara de Correntina, no oeste da Bahia, na última quinta-feira (20).

Os seis vereadores foram presos na “Operação Último Tango”, deflagrada pelo Ministério Público estadual (MP-BA), em outubro de 2017, que investiga os parlamentares por suspeita de fraudar processos licitatórios e contratos na cidade e desviar verbas públicas mediante pagamento de gratificações indevidas a servidores.

O grupo também teria feito exigências ilícitas ao prefeito da cidade, inclusive a entrega de propina de R$ 50 mil para alguns vereadores em troca da aprovação de projetos de lei.

O presidente da Câmara de Correntina, Ebraim Silva Moreira, Ebraim (MDB), afirmou na manhã desta sexta-feira (21), que serão empossados na sessão desta sexta-feira, os suplentes, Célio Silva de Moura (P C do B), Alan Castro e Silva Alan de Cassemiro(PP), Epaminondas Magalhães Rodrigues, Vando Brotense (P C do B),Eunice dos Santos,Nice do Rosário(DEM), Sebastião Pereira de Moura, Sebastião de Sabino (PP),e Denilson Neves da Silva ,Denilson Neves(P C do B).

Mais cedo, uma confusão foi registrada  na sessão que seria votado o relatório da comissão processante da denúncia contra seis vereadores.

Redação www folhadovale.net

Deixe uma resposta
*