Formulário de Busca

Carinhanha: vereador afirma que contraiu Leishmaniose visceral

“Minha família contraiu o vírus da Leishmaniose visceral. Ninguém não faz nada? Quem vai cuidar da gente? Doente não cuida do outro, minha filha tem apenas três anos”, disse Falcão

Publicado em 09/outubro/2018 - 17:47
Marcelo

Marcelo

Durante um pronunciamento na noite da última segunda-feira, 8 de outubro, o vereador Marcelo de Castro Falcão, Marcelo Falcão(PTN),afirmou que contraiu Leishmaniose visceral.Emocionado, o parlamentar disse que sua esposa e a filha também contraíram a doença. “Minha família contraiu o vírus da Leishmaniose visceral. Ninguém não faz nada? Quem vai cuidar da gente? Doente não cuida do outro, minha filha tem apenas 3 anos”, disse Falcão.

Na tarde desta terça-feira (9), Marcelo conversou com a reportagem do portal Folha do Vale e confirmou que contraiu a doença. A reportagem ele reafirmou que o exame foi realizado pelo Laboratório Hermes Pardini, em Belo Horizonte (MG). “Iniciei o tratamento há 13 dias, através da Secretaria Municipal Saúde. Ontem foi confirmado pelo mesmo laboratório que minha esposa e minha filha de três anos estão com Leishmaniose visceral”, disse Falcão.

Secretário de Saúde

O secretario de Saúde Avalcir Brito, confirmou que há 13 dias Marcelo iniciou o tratamento. “A esposa de Marcelo e sua filha serão avaliadas pelo o infectologista. Ele vai decidi qual é o melhor tratamento”, disse Brito.

Vigilância Epidemiologia

Procurado pelo portal Folha do Vale, Valternan Almeida Pereira, coordenador de Vigilância Epidemiologia, afirmou que o vereador e sua família estão recebendo todo suporte da secretaria de Saúde. “Assim como Marcelo, a família de Marcelo receberá todo suporte necessário. Quando confirmado casos de Leishmaniose na cidade, iniciamos o tratamento imediatamente”, comentou.

Dificuldade

Segundo Valternan, o animal só pode ser sacrificado depois de uma confirmação do Laboratório Central de Saúde Pública – LACEN, mas os agentes encontram dificuldades.

“Muitos proprietários de cães não permitem que o animal seja sacrificado, nesse caso precisa de uma autorização judicial”, disse ele.

Casos confirmados em Carinhanha

Casos confirmados e ainda sendo investigados são 12 registrados de janeiro até setembro. Desses 6 foram identificados em Guanambi. “Sabemos que os pacientes são de Carinhanha”, completou.

Médico Veterinário

O médico veterinário Marcos Uriel, responsável pelo setor ressaltou que os proprietários precisam colaborar. “O importante que eles [proprietários] providenciem coleiras e repelentes”, disse Marcos.

Morte

Em junho deste ano, uma adolescente morreu vítima Leishmaniose no Hospital Regional de Guanambi (HRG).

Doença

A Leishmaniose Visceral, conhecida também como Calazar, é uma doença preocupante no Brasil. Ela é causada pelo protozoário parasita Leishmania, que é transmitida pela picada de mosquitos-palha infectados. A doença pode afetar além de cachorros, outros animais e pessoas.

Os sintoma do Calazar são febre intermitente com semanas de duração, fraqueza, perda de apetite, emagrecimento, anemia, palidez, aumento do baço e do fígado, comprometimento da medula óssea, problemas respiratórios, diarreia, sangramentos na boca e nos intestinos. Por ser transmitida de animais para pessoas, é uma doença muito preocupante.

Redação www folhadovale.net

Edição:

Comentários

Fretamento

Eventos

Divulgação

Curso sobre Jornalismo Esportivo será ministrado no mês de novembro em Salvador

O objetivo do curso é oferecer um conceito de ensino com base no exercício da função de cada um destes jornalistas

Enquete

Enquete: como você avalia a gestão do Prefeito Rômulo (PT) em Juvenília?






Resultado parcial

© 2010-2018 Folha do Vale - Todos os direitos reservados