Formulário de Busca

Fazenda é interditada após suspeita de morte de 200 jumentos por maus-tratos em Itapetinga

Devido à interdição, a empresa foi impedida de levar novos jumentos para a fazenda. Apenas os que já estavam no local seguem o processo de abate

Publicado em 12/setembro/2018 - 16:02
Foto: Reprodução / ONG SOS Animai

Foto: Reprodução / ONG SOS Animai

Um fazenda em Itapetinga, no sudoeste baiano, foi interditada pela secretaria municipal de meio ambiente após cerca de 200 jumentos morrerem sob suspeita de maus-tratos. O local já estava sendo investigado pelo Ministério Público do Estado (MP-BA) e fiscalizado pela Adab [Bahia].

Segundo a TV Sudoeste, os animais pertencem à empresa chinesa Cuifeng Lin. Eles são levados para a fazenda antes de serem encaminhados para um frigorífico, onde são abatidos. Depois, a carne é exportada para o Vietnã, na Ásia. Devido à interdição, a empresa foi impedida de levar novos jumentos para a fazenda. Apenas os que já estavam no local seguem o processo de abate.

Ainda segundo a emissora, a Fazenda Barra da Nega tem 7 hectares, mas chegou a ter mais de 800 animais no mesmo espaço. Mais de 2 mil foram abatidos em um mês. Conforme as autoridades, o espaço não é apropriado para a criação dos animais.

Por: Bahia Notícias

Edição:

Comentários

Fretamento

Eventos

3º Encontro Regional de Economia Popular será realizado em Iuiú

3º Encontro Regional de Economia Popular será realizado em Iuiú

Enquete

Enquete: como você avalia a gestão do Prefeito Rômulo (PT) em Juvenília?






Resultado parcial

© 2010-2018 Folha do Vale - Todos os direitos reservados