Formulário de Busca

NOTA DE ESCLARECIMENTO DO HOSPITAL SÃO GERALDO DE MALHADA

A Direção do Hospital Municipal São Geraldo, reforça seu compromisso e afirma que não houve negligencia, como também deu todo suporte necessário

Publicado em 12/janeiro/2018 - 00:02

Na tarde da última quarta-feira, 10 de janeiro, J.V.L,de 17 anos, deu entrada no Hospital Municipal São Geraldo, em trabalho de parto, com relato de dor pélvica ( contrações). Conforme o Hospital, ela foi prontamente acolhida e atendida pela emergência da unidade, sendo avaliada pela médica que verificou que a mesma encontrava-se estável com contrações colo do útero de 2 centímetros dilatado e perda de pequena quantidade de sangue e líquido amniótico.

Como era seu primeiro filho, ela recebeu todos os esclarecimentos sobre os sinais de trabalho de parto efetivo. Sendo orientado retornar para sua casa, e quando estivesse com contrações mais efetivas retornasse a unidade, mas ouviu da mãe da menor que elas moravam longe do hospital e teria dificuldade para retornar.

Diante da situação, ela foi internada às 16h45, sendo ela regulada via Central de Regulação de Leitos, em Vitória da Conquista, às 19h02, todavia, o Centro respondeu informando está em captação de vaga, não havendo vaga no Hospital Regional, em Guanambi no momento. Às 20h54, o Centro de Regulamentação, foi avisado novamente sobre o quadro clínico da paciente. O Centro respondeu que não havia vaga.

A equipe ficou monitorando a paciente e feto, avaliando dados vitais durante todo o tempo, não havendo agravamento do quadro clínico, mantendo pressão arterial, frequência cardíaca, glicemia, batimentos cardio-fetais sem alteração, havendo também parada do sangramento.

Segundo o Hospital, por volta das 02h00 da manhã, a paciente apresentou crise convulsiva sendo imediatamente atendida e medicada ao mesmo tempo em que novamente foi evoluída na central de regulação de leito. Diante da gravidade em que se apresentava, foi liberada vaga zero. Ás 03h30, desta quinta-feira (11), a gestante foi removida para o Hospital Regional de Guanambi. Sendo acompanhada pela médica plantonista e de uma técnica de enfermagem. Chegando ao hospital foi encaminhada para cesariana, infelizmente o bebê foi retirado sem vida.

A Direção do Hospital Municipal São Geraldo, reforça seu compromisso e afirma que não houve negligência, como também deu todo suporte necessário. Para o Hospital, não é verdade quando afirmam, que J.V.L foi encaminhada ao Regional somente quando estava grave e havia perdido seu bebê.

 

Por: Assessoria de Comunicação-Prefeitura de Malhada

Edição:

Comentários

Fretamento

Eventos

Divulgação

Curso sobre Jornalismo Esportivo será ministrado no mês de novembro em Salvador

O objetivo do curso é oferecer um conceito de ensino com base no exercício da função de cada um destes jornalistas

Enquete

Enquete: como você avalia a gestão do Prefeito Rômulo (PT) em Juvenília?






Resultado parcial

© 2010-2018 Folha do Vale - Todos os direitos reservados