Menu
Seções
OAB e Abraji repudiam atos de Bolsonaro contra a imprensa e jornalistas
11 de março de 2019 Política

Foto: Reprodução / TV Globo

Diante de um novo ataque à imprensa feito pelo presidente Jair Bolsonaro, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) emitiram uma nota conjunta contra a tentativa de intimidar a imprensa e jornalistas. “Isso mostra não apenas descompromisso com a veracidade dos fatos, o que em si já seria grave, mas também o uso de sua posição de poder para tentar intimidar veículos de mídia e jornalistas, uma atitude incompatível com seu discurso de defesa da liberdade de expressão”, diz as instituições. Para a OAB e a Abraji, “quando um governante mobiliza parte significativa da população para agredir jornalistas e veículos, abala um dos pilares da democracia, a existência de uma imprensa livre e crítica”.

Os ataques aconteceram diante da publicação de uma reportagem do jornal Estadão , feita pela repórter Constança Rezende, dizendo que a imprensa mente quando se refere as movimentações financeiras atípicas de Fabrício Queiroz, ex-motorista do senador Flávio Bolsonaro. “Como é comum nesse tipo de ataque, a família de Constança também virou alvo. O grave nesse episódio é que o próprio presidente instigou esse comportamento, ao citar como indício de suposta conspiração que Constança é filha de um jornalista de O Globo”, lembra o comunicado. As duas instituições repudiam qualquer tentativa de intimidação de jornalistas e declarou apoio aos profissionais atacados por fazer seu trabalho.

Por Bahia Notícias

Deixe uma resposta
*