Formulário de Busca
FG

Polícia Civil cumpre mandado de busca e apreensão na casa de Robson Bezerra em Iuiú

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão não foi localizada a arma usada para cometer o crime, conforme informação do delegado Romilson Dourado.

Publicado em 15/maio/2019 - 08:48
Foto:Perfil Pessoal

A casa do empresário Robson José Elias Bezerra (Robson da Real Moveis) foi alvo da Polícia Civil (PC), na última terça-feira (14), na cidade de Iuiú, no Sudoeste da Bahia. Os agentes cumpriram mandado de busca e apreensão em desfavor do empresário, o qual responde pelo crime de lesão corporal grave cometido por disparos de arma de fogo contra um adolescente suspeito na loja Real Moveis em 2018, em Palmas de Monte Alto.

Conforme informação do delegado Romilson Dourado, o mandado foi expedido pelo Juiz de Direito da Comarca de Palmas de Monte Alto, Ronaldo Alves Neves filho. Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão não foi localizada a arma usada para cometer o crime, conforme informação do delegado Romilson Dourado.

Repercussão

De acordo apurou o portal Folha do Vale, após o cumprimento do mandado de busca e apreensão na residência do empresário, ele teria acusado o prefeito Reinaldo Barbosa de Góes de ter influenciado na decisão. Procurado pelo portal Folha do Vale, o agente Paulo César respondeu que o prefeito não tem poder para influenciar uma decisão judicial, na qual Robson responde pelo crime de lesão corporal. O agente afirmou a reportagem não conseguiu entender o alarido feito pelo empresário após ser cumprindo o mandado.

“Foi uma decisão do juiz em cima de um processo no qual Robson é acusado de ter feito o disparo de arma de fogo contra o rapaz, mas ele aproveitando dessa situação tentando distorcer os fatos tá culpando o prefeito. Agora que autoridade o prefeito tem para expedir mandado de busca contra alguém? Imagino que sejam questões política aqui na cidade de Iuiú”, finaliza Paulo César.

O prefeito de Iuiú também emitiu nota de esclarecimento.

O prefeito Reinaldo Góes vem a público esclarecer o seguinte:

Diferente do que tem sido propagado por alguns, embora assim acreditem, há uma enorme diferença entre as atribuições de um prefeito das atribuições de um juiz.

Ultrapassado está o tempo em que se prendia e soltava quem o prefeito ordenasse.

Aqueles que têm esse perfil ditatorial precisam entender que este prefeito é diferente deles, sabe das suas atribuições e, ao invés de fazer o que acusam, estava despachando com o governador do Estado, lutando por mais emprego e renda para Iuiu.

Portanto, reafirmo o meu estrito compromisso com as atribuições do meu cargo, que é a de defender os interesses do povo e lutar pelo desenvolvimento do nosso município, na medida em que não abrirei mão de responsabilizar aqueles que de forma irresponsável, tentam se beneficiar ou evitar prejuízos políticos espalhando mentiras em redes sociais.

Quem tem suas pendências com a Justiça Criminal e com a Polícia que às resolva, mas que resolva de forma justa e correta.

Reinaldo Góes

Prefeito

Procurado pelo portal Folha do Vale, Robson negou que tenha relacionado o nome do gestor no ocorrido após o cumprimento do mandado de busca e apreensão. “Em momento algum foi feito referência do mandado de busca na minha casa com o gestor, se alguém falou não fui eu”, disse.

A fala de Robson contradiz alguns áudios compartilhados em vários grupos de Whastsapp, afirmando que o mandado teria sido influenciado pelo gestor.

Redação www folhadovale.net

Edição:

Comentários

Fretamento

Eventos

Prefeitura de Candiba divulga atrações do São João de Pilões

Já no último dia, a Banda Calcinha Preta, Tino do Acordeon, Fann Estourado, e Marcondes e Tiago comandarão a festa.

Enquete

Você votaria hoje em quem para prefeito de Candiba?







Resultado parcial

CBR
© 2010-2018 Folha do Vale - Todos os direitos reservados