Formulário de Busca

TJBA derruba liminar que impedia município de Guanambi de realizar contratação temporária

Conforme os advogados, no decorrer do processo eles conseguiram provar que o Ministério Público estava equivocado, inclusive Pilar mudou seu voto e foi favorável

Publicado em 15/maio/2018 - 06:30
Reprodução

Reprodução

Por decisão unanimidade o Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), derrubou na última segunda-feira, 14 de maio, uma decisão liminar proferida pela desembargadora Pilar Celia Tobio de Claro, a qual proferiu uma liminar proibindo o município de Guanambi, no Sudoeste da Bahia de realizar contratações temporárias.

A denúncia foi feita pelo Ministério Público, em dezembro de 2017,paralisado vários serviços na cidade, principalmente na área da saúde. De acordo com os advogados do município Gabriel Carvalho e Paulo Costa, na decisão de segunda-feira o colegiado teve o entendimento contrário daquele apresentado pelo MP.

Conforme os advogados, no decorrer do processo eles conseguiram provar que o Ministério Público estava equivocado, inclusive Pilar mudou seu voto e foi favorável. Os advogados afirmaram que com a reforma da decisão liminar, uma Ação Civil Pública original, que tem decisão favorável ao município, também será apreciada pela segunda instância, mas não existe ainda uma data marcada.

O Ministério Público da Bahia pedia a proibição dos contratos sem concurso público. O órgão alega que a prefeitura devia chamar os aprovados no certame de 2015 ao invés de manter contratos  temporários sistematicamente.

Redação www folhadovale.net 

Edição:

Comentários

Fretamento

Eventos

Convite

Diocese de Caetité promove 3° Seminário de Comunicação; faça sua inscrição

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas aqui pelo site da diocese. Para participar do Seminário, é cobrada uma taxa de R$ 50

Enquete

Enquete: como você avalia a gestão do Prefeito Rômulo (PT) em Juvenília?






Resultado parcial

© 2010-2018 Folha do Vale - Todos os direitos reservados